ABRACE

Cursos

maio 15 Prefeitura de Suzano adere ao Projeto Escola Sem Bullying, da Abrace Programas Preventivos

benjamim_horta_prefeitura_suzano_sao_paulo_projeto_escola_sem_bullying

Com o tema “Práticas Pedagógicas de Prevenção ao Bullying”, formação foi destinada a professores, supervisores e diretores da rede municipal de ensino; objetivo da iniciativa é dar início ao Projeto Escola Sem Bullying, da Abrace Programas Preventivos, e um processo de conscientização dos educadores contra a prática da perseguição e da discriminação entre alunos no ambiente escolar

 

A Abrace – Programas Preventivos promoveu, na noite desta terça-feira (9 de maio), uma capacitação para educadores da rede municipal de ensino de Suzano-SP sobre “Práticas Pedagógicas de Prevenção ao Bullying”. O encontro  teve como objetivo dar início ao processo de conscientização dos professores contra a prática da perseguição e da discriminação entre alunos no ambiente escolar, o bullying.

Com duração de pouco mais de três horas, a formação foi destinada a professores, supervisores de ensino e diretores da rede de ensino local. Na oportunidade, a empresa curitibana apresentou os fundamentos teóricos e práticos sobre o bullying, fornecendo, inclusive, materiais didáticos que serão trabalhados com os alunos das escolas municipais com o Projeto Escola Sem Bullying, da instituição.

Entre as atividades a serem desenvolvidas com os estudantes de Suzano, serão apresentados 150 livros paradidáticos. Vão participar da atividade educandos dos 3ºs, 4ºs e 5ºs anos do ensino fundamental. Já aos alunos dos 1ºs e dos 2ºs anos, serão aplicadas dinâmicas de grupo sobre valores como empatia, amizade, compreensão e tolerância entre as crianças.

Segundo Franciss, a palestra de ontem precedeu um programa de combate ao bullying que está sendo implantado em Suzano. Inclusive, a cidade administrada pelo prefeito Rodrigo Ashiuchi é a primeira do Estado de São Paulo a aderir à iniciativa. O gestor ressalta, ainda, que o projeto não vai gerar custos aos cofres públicos, uma vez que as despesas com livros e as qualificações profissionais estão a cargo da instituição Abrace.

O secretário de Educação de Suzano lembra que, há dois anos, existe uma lei federal (13.185/2015) que prevê que todos os municípios desenvolvam programas e mecanismos para coibirem o bullying no ambiente escolar.

Fonte: http://suzano.sp.gov.br/web/instituicao-abrace-promove-palestra-sobre-prevencao-ao-bullying-a-professores-da-rede-de-ensino-de-suzano-sp/

mar 30 Palestra “Sexualidade e Gênero no Contexto Escolar e Bullying Escolar”

No dia 31/03/2017, o Sesc Caiobá promoverá palestra intitulada “Sexualidade e Gênero no Contexto Escolar e Bullying Escolar”.

O evento é voltado aos professores da rede municipal de algumas cidades do litoral.

Dessa forma, considerando termos hoje seis licenciaturas, cada curso pode indicar 8 ou 9 estudantes com disponibilidade para participar da palestra em período integral (8h às 12h e 13h às 17h).

A entrada será um livro de literatura infantil, novo ou usado (doação voluntária)

Os estudantes do curso de Licenciatura em Ciências interessados em participar da palestra devem fazer contato com o coordenador do curso, professor Emerson, apenas por e-mail (joucoski@gmail.com) até quinta-feira, 23/03/2017, às 14h. Atenção: somente serão aceitos e-mails postados até às 14h do dia 23/03/2017 e o número de vagas será preenchido por ordem de envio do e-mail. Portanto, quanto antes o interessado enviar o e-mail solicitando a participação, antes terá sua vaga garantida. O nome dos interessados contemplados será disponibilizado neste post em 23/03/2017 a noite.

Na sequência, informações adicionais relativas à palestra:

Palestra: Sexualidade e Gênero no Contexto Escolar e Bullying Escolar.
Local: Centro de convenções do Hotel Sesc Caiobá.
Publico: Professores
Data: 31/03/2017 (sexta feira)
Horário: 08h00min as 12h00min e 13h00min as 17h00minhrs. Carga Horária: 8 horas.
Vagas: 50 (confirmar até o dia 23/03)

Obs: Cada participante deverá trazer um livro de literatura infantil novo ou usado (doação voluntária).

Conteúdo Programático:
– Etimologia do bullying;
– Pesquisas e estatísticas;
– Critérios de identificação dos atos de bullying;
– Tipos de bullying;
– Bullying e sexualidade;
– Grupos envolvidos e suas dinâmicas;
– Direitos humanos, gêneros e diversidade sexual;
– Genealogia da moral e sexualidade;
– Legislação e normas;
– Diagnóstico: sintomas e consequências;
– Etiologia do comportamento agressivo;
– Intervenções, procedimentos e encaminhamentos;
– Práticas pedagógicas preventivas;

Palestrante: Benjamin Horta – Filósofo, pedagogo, pesquisador em Psicanálise, especialista em Bullying Escolar, e educação e Direitos Humanos. Trabalhou durante 4 anos na Inglaterra desenvolvendo projetos para a melhoria de habilidades sociais de crianças e adolescentes. É fundador da ABRACE – Programas Preventivos, professor da Escola de Inovação Pública e colaborador nas ações da Frente Parlamentar Mista de Combate ao Bullying e outras violências.

abr 11 Sinepe/PR e Abrace orientam profissionais da educação a lidar de forma pedagógica e preventiva com o bullying.

SINEPEPR-abrace-programas-preventivos-bullying-foto4

O Sinepe/PR, em parceria com a Abrace, realizou no dia 7 de abril uma palestra com a temática “Bullying e saúde emocional: Práticas Pedagógicas de Prevenção – por uma cultura de paz”. Destinada aos gestores, coordenadores, professores e demais profissionais das instituições de ensino, a palestra atingiu a presença máxima das 90 vagas disponíveis.

O evento ocorreu na própria sede da SINEPE/PR e abordou a definição e caracterização do bullying, exposição de dados atuais sobre o tema, além da etiologia do fenômeno e ações de prevenção pedagógicas ao bullying, juntamente com estratégias práticas aos docentes para a abordagem e combate a este tipo de violência dentro do ambiente escolar.

A palestra foi ministrada pelo filósofo, pedagogo, especialista em bullying, filosofia e direitos humanos, Benjamim Horta – diretor da Abrace Programas Preventivos e contou também com a presença da equipe do setor jurídico e operações da instituição, além da presença da equipe da Abrace de Santa Catarina.

O bullying é um tema preocupante e ao mesmo tempo relevante para o Sinepe/PR, pois está ligado EDUCAÇÃO diretamente ao processo ensino-aprendizagem do aluno. Muito além das brincadeiras e piadas de mau gosto, o bullying é um problema que afeta estudantes de todas as idades e classes sociais do país. Recentemente, o assunto ganhou ainda mais visibilidade com a Lei do Programa de Combate à Intimidação Sistemática, o conhecido bullying, em todo o território nacional.

Na prática, a Lei 13.185, define o que é bullying e como as escolas devem agir para levar adiante o programa de conscientização e prevenção. Todo ato de violência física ou psicológica praticado por uma ou mais pessoas contra um indivíduo, na tentativa de intimidar e agredir, é agora definido por lei como bullying e deve ser combatido pelas instituições de ensino. Uma pesquisa presencial realizada pela Abrace – Programas Preventivos, traz dados significativos: 95% dos alunos desconhecem a gravidade do bullying, e 67% sequer sabem o significado da palavra.

Sobre o bullying
O bullying não diz respeito somente à agressão física – 89% dos alunos entrevistados em pesquisa da Abrace, por exemplo, acham que apelidos pejorativos não caracterizam bullying. Na verdade, o fenômeno é um conjunto de comportamentos agressivos, intencionais e repetitivos, praticados por um ou mais alunos contra um outro, dentro de uma relação desigual de poder ou força física.

Este tipo de violência traz diversos problemas para os jovens, comprometendo seu desenvolvimento biopsicossocial. Dor, angústia, sofrimento, insegurança e desequilíbrio psicológico são algumas das consequências que afetam diretamente o processo de ensino e aprendizagem.

Conscientizar, prevenir e apoiar: as diversas frentes do programa Escola Sem Bullying
O combate ao bullying envolve várias frentes de ação. Por isso, a Abrace Programas Preventivos criou o programa “Escola Sem Bullying”, um projeto interdisciplinar que inclui pesquisas, cursos de capacitação, palestras, planos de aula, livros paradidáticos, políticas pedagógicas de prevenção, aplicativos para combate ao cyberbullying e apoio na intervenção e mediação de casos de bullying. É um programa completo que oferece todo o suporte às escolas para que o bullying se transforme em uma página virada na vida de alunos e professores.

Benjamim Horta, diretor da Abrace Programas Preventivos, destaca que o programa conta com uma importante análise de resultados: “após o Escola Sem Bullying, 98% dos alunos contam que se sentiram mais à vontade para denunciar agressões. Os professores também apontam maior interesse e motivação dos alunos depois da inserção de práticas de prevenção no dia a dia”, relata. “Nós promovemos a transformação do ambiente escolar. Não queremos apenas aplicar o projeto, queremos instaurar uma cultura de paz, reduzindo os índices de bullying nas instituições, auxiliando alunos e educadores”, reforça Benjamim, que finaliza com um dado muito positivo: “94% das crianças e EDUCAÇÃO adolescentes que participaram do programa não sofrem mais bullying na escola”.

Sobre a Abrace
Fundada por Benjamim Horta, a Abrace Programas Preventivos é uma empresa que transforma os ambientes sociais, melhorando as relações interpessoais em locais como escolas, empresas e órgãos públicos. Com sede em Curitiba (PR), promove saúde emocional por meio de cursos, programas preventivos, treinamentos, palestras e atendimento clínico. Benjamim é pedagogo, especialista em Filosofia e Direitos Humanos e estudante contínuo de psicanálise. Começou a trabalhar na área de educação na Inglaterra, onde morou por 4 anos. De volta ao Brasil, criou a Abrace, onde lidera projetos na área educacional voltados a políticas preventivas de violência escolar, assédio moral e promoção da saúde emocional.

Fonte: Sinepe/PR

mar 18 Abrace e SINEPE/PR realizam em Curitiba palestra sobre bullying e saúde emocional.

palestra-sinepe-parana-bullying-abrace

Sabemos que educadores são agentes diretos no processo de prevenção e melhoria do ambiente escolar, e diariamente são desafiados por demandas que vão além do conteúdo acadêmico como a violência e a indisciplina. Uma destas principais demandas é o bullying, comportamento que diariamente aflige milhares de estudantes no Brasil e no mundo. É pensando nisso que o Sinepe/PR em parceria com a Abrace – Programas Preventivos realizará no dia 07 de Abril –  Dia Nacional de Combate ao Bullying, a palestra Bullying e Saúde Emocional – Práticas Pedagógicas de Prevenção, a fim de orientar profissionais da educação para lidar de forma pedagógica e preventiva com este fenômeno e promover uma cultura de paz. O tema e a dinâmica desta abordagem possuem uma composição epistêmico-existencial que proporcionam ao profissional um olhar para dentro do habitat interior do aluno, compreendendo o comportamento de forma mais ampla e mobilizando-o para uma reelaboração do seu mundo social e educacional.

incricoes-sinepe-pr-benjamim-horta-bullyinginscricao-sinepe-parana

 http://bit.ly/palestra-bullying-abrace-e-sinepe-parana

benjamim-horta-palestra-sinepe-parana

nov 17 Curitiba sedia debate sobre geração de emprego e renda em época de crise

A Escola de Inovação Pública (EIP) realiza, no dia 23 de novembro, no Teatro Sesc da Esquina, a primeira edição do Curitiba em Debate, iniciativa que pretende discutir os problemas que afligem a população da capital, bem como as propostas para resolvê-los ou amenizá-los. Com o tema “Como inovar para gerar emprego e renda em época de crise”, esse primeiro encontro tem apoio do Sistema Fecomércio Sesc Senac PR e da Universidade Tuiuti do Paraná.

O debate terá início às 19h e duração aproximada de duas horas. A mesa de discussão reunirá membros do poder legislativo e executivo municipal e estadual, além de representantes do setor produtivo.

Ao todo, o projeto prevê a realização de dez encontros que terão como objetivo levar o debate político para junto dos cidadãos como forma de prepará-los para as próximas eleições municipais.

A Escola

A EIP é uma empresa de capacitação profissional para gestores públicos que tem como objetivo melhorar a prática da gestão pública através de ideias que possam fazer a diferença.

 

Serviço:

Curitiba em Debate: Como inovar para gerar emprego e renda em época de crise

Local: Teatro Sesc da Esquina (Rua Visconde do Rio Branco, 969, Centro – Curitiba/PR)

Horário: das 19h às 21h

Inscrições gratuitas pelo site www.inovacaopublica.com.br

Informações: (41) 9929-4386marco@inovacaopublica.com.br